O Dia da Europa celebra-se a 9 de maio.

Este dia, também conhecido como Dia da União Europeia, comemora a Declaração Schuman, a declaração que deu origem à União Europeia. Esta declaração foi uma proposta da criação de uma entidade europeia supranacional avançada a 9 de maio de 1950 pelo estadista luxemburguês Robert Schuman. Atualmente a União Europeia é composta por 28 Estados-membros.

Para comemorar o Dia da Europa realizam-se vários eventos, como a entrega de prémios de concursos, palestras, concertos e o lançamento de livros, organizados pela Representação da Comissão Europeia e pelo Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal, em parceria com outras entidades.

As instituições europeias abrem as suas portas ao público em diferentes dias do mês de maio, em Estrasburgo, no Luxemburgo e em Bruxelas. As representações e delegações da UE na Europa e no resto do mundo realizam eventos para todas as pessoas interessadas em participar.

Dia-da-Europa-70eyes.jpg

Informação consultada em:
https://www.calendarr.com/portugal/dia-da-europa/

#DiadaEuropa #paises #paisesMembros #UniaoEuropeia #Europa #visao #lojaOnline #70eyes

passatempo_Saltos_deCristal_blog_oferta_oculos_De_sol.jpeg

Sol, verão, praia... e crianças. O que tem em comum? A necessidade de protecção máxima. Seja na pele, olhos, cabelo, em qualquer zona de corpo.

Posto isto e com a próxima do Dia de Criança, que prenda reúne os três "essencias" para agradar pequenos e graúdos: ser útil, fashion/cool e divertido? Uns super óculos de sol da 70eyes!!! Ah pois é!

Para quem não sabe, a 70eyes é um loja de vendas exclusivamente online de Lentes de Contacto, Óculos de Sol, Óculos de Leitura, Lágrimas Artificiais, Líquidos e Manutenção para lentes de contacto. Aqui podem encontrar tudo o que precisam à distância de um click.

E agora o melhor de tudo: temos um fantástico par de óculos de criança para OFERECER a um dos leitores do blog Saltos de Cristal.

Para se habilitarem a ganhar um par de óculos, basta seguir os passos abaixo mencionados. Mais simples é impossível.

- Ser seguidor do blog Saltos de Cristal
- Ser seguidor do instagram: @joanacorreiaalves
- Carregar em 'gosto' na página de facebook do Saltos de Cristal
- Carregar em 'gosto' na página de facebook da 70eyes
- Comentar este post com a palavra “participei” e respectivo endereço de e-mail.

Podem participar até à meia-noite do dia 5 de Junho. O sorteio será feito aleatoriamente através do sistema random.org e os resultados vão ser revelados a 6 de Junho. Boa Sorte!

Passatempo disponível em:
http://www.saltosdecristal.com/passatempo-dia-da-crianca-e-70eyes-658997

#passatempo #SaltosdeCristal #DiadaCriança #oculosdeSol #proteçaoOcular #visao #crianças #sol #praia #lojaOnline #70eyes

Um dos motivos é para que não ‘chore’ durante a noite.

saiba-por-que-ficam-os-olhos-com-remelas.jpg

Todas as manhãs, a mesma rotina: limpar a remela dos olhos. Embora seja algo natural e comum do corpo humano, a remela tem toda uma ‘história’ que é ainda desconhecida para muitos.

De acordo com uma investigação da BBC – que dormiu literalmente sobre o assunto – origem da remela está no filme lacrimal, película que zela pela saúde ocular e que possui uma camada mais intensa e superficial, que, por seu turno, distribui uniformemente umas segunda camada, a aquosa.

A primeira camada é feita lípidos – e suportada pelas glândulas de Meibomius – e por isso tem um aspeto mais oleoso. Já a segunda camada é mais fina – da espessura de um fio de teia de aranha – e proporciona a lubrificação.

Mas é na camada lipídica que está o segredo da remela. Esta camada oleosa é líquida quando a temperatura corporal está dentro no normal mas ganha uma textura sólida, esbranquiçada e semelhante à cera quando o corpo arrefece durante o sono. Eis a remela.

E para que serve a remela? Em primeiro lugar, diz o oftalmologista Robert G. Linton, permite que não se ‘chore’ durante a noite, isto é, uma vez que a camada liídica fica solida, a sua versão oleosa não escorre pela cara enquanto se dorme.

Além disso, e embora fique mais sólida, a formação de remela mantém os olhos húmidos, não os deixando secos e frágeis.

Informação consultada em:
https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/458612/saiba-por-que-ficam-os-olhos-com-remelas

#olhos #visao #lentesdeContacto #dormir #saudeOcular #ramelas #lojaOnline #70eyes

Há frases que ouvimos recorrentemente na infância: “come cenoura que faz os olhos bonitos”, “não estejas em cima da televisão que faz mal”, entre outros. Mas será mesmo verdade?

quatro-mitos-sobre-a-visao-em-que-toda-a-gente-acredita.jpg

Na realidade podemos antes dizer que se tratam de crenças e não de verdades absolutas. A BBC reuniu quatro situações que todos recordamos da nossa infância e que são agora desmistificadas:

1. Ver televisão perto demais

Quantas vezes não ouvimos os nossos pais ou avós dizer para nos afastarmos da televisão? Ou quantas vezes já não o repetimos aos nossos filhos? A verdade é que, de acordo com especialistas, esse receio de poder vir a sofrer de alguma lesão na vista não passa disso mesmo.

Segundo a Academia de Oftalmologia dos Estados Unidos, ver televisão mais perto não causa qualquer tipo de problema no globo ocular, independentemente do tipo de equipamento (modelo antigo, LCD, plasma) uma vez que a partir da década de 1990 os aparelhos lançados já não emitem radiação.

O que pode prejudicar a saúde ocular é o facto de ver televisão de luz apagada uma vez que a pupila acaba por ter de se adaptar constantemente a diferentes luminosidades, o que pode levar a vista cansada por excesso de estímulos.

2. Ler com pouca luz

Pode ficar descansado porque os especialistas garantem que a visão não é afetada por estar a ler com pouca luz. O que a Escola de Medicina da Universidade de Harvard assegura é que os olhos podem cansar-se mais rapidamente uma vez que se torna mais difícil e exigente ler desta forma, mas ao mudar para um ambiente mais iluminado a fadiga ocular é ultrapassada.

3. Usar os óculos de outra pessoa

O facto de experimentar os óculos, e consequentemente a graduação, de outra pessoa em nada prejudica a sua saúde visual, uma vez que as lentes não modificam de nenhuma forma o seu globo ocular. A clínica Mayo, nos Estados Unidos, defende que o máximo que pode acontecer é ficar com uma dor de cabeça durante algum tempo, depois de usar os óculos de outra pessoa, especialmente se a visão for desfocada.

4. A cenoura faz os olhos bonitos

Esta é talvez a frase que mais ouvimos quando somos crianças, para nos estimular a comer este legume. No entanto, apesar de a cenoura ser rica em vitamina A - vitamina que ajuda a proteger a visão - esta não é a única fonte, pelo que não somos obrigados a consumir este legume.

A Universidade de Harvard sugere que os vegetais com folhas verde escuro que têm mais vitaminas, como a C e a E, são melhores aliados para a visão uma vez que ajudam ainda a proteger doenças comuns dos olhos como as cataratas e a degeneração macular.

Informação consultada em:
http://lifestyle.sapo.pt/saude/bem-estar/artigos/quatro-mitos-sobre-a-visao-em-que-toda-a-gente-acredita

#mitos #olhos #visao #lentesdeContacto #lojaOnline #70eyes

Seja muito bem-vinda a primavera!

a-primavera-chegou-e-as-alergias-tambem-nos-olhos.jpg

Se por um lado é um conforto para os olhos porque os dias passam a ser mais soalheiros e tudo ganha mais cor, o céu, os campos verdes, as árvores e plantas apresentam as primeiras flores; por outro lado é aberta a época das alergias principalmente porque os níveis de pólen no ar aumentam exponencialmente e também os olhos sofrem as consequências desta bem-aventurada chegada da primavera.

Os casos de alergias oculares aumentam bastante nesta época sazonal e deixar de dar atenção a esta questão pode desencadear alguns riscos para a visão.

É muito fácil detetar os sintomas: comichão frequente nos olhos, secreção na mucosa, olhos vermelhos e inchados, excesso de produção de lágrimas, ardor e desconforto na presença de luz forte.

Os sintomas de alergias oculares podem aparecer a qualquer altura do ano. Depende do tipo de alergia: sazonal, que é uma praga durante metade do ano (primavera e outono), e as alergias permanentes, as que nos acompanham durante todo o ano.

As alergias nos olhos podem ser provocadas por diversos elementos exteriores. As alergias sazonais aparecem por exemplo por causa do pólen. As alergias permanentes têm diferentes causas, desde os pelos dos animais até aos ácaros.

Está a rever-se neste cenário? Se a sua resposta é afirmativa não desanime porque não está sozinho. As alergias oculares são muito comuns.

A conjuntivite primaveril pode apresentar desde sintomas leves como coceira e vermelhidão até sintomas mais graves como lesões na córnea. Mas se sentir estes sintomas consulte o seu médico ou especialista para obter um diagnóstico correto.

Mesmo assim existem algumas medidas preventivas que podem ser tomadas. No caso da alergia sazonal, tente evitar atividades ao ar livre em dias de vento, na primavera e no verão. Mas a boa notícia é que a maresia da praia é um bom aliado para os problemas das alergias.

Sabia que a chuva na primavera pode fazer maravilhas com o pólen? É realmente verdade, por isso se anseia por um passeio ao ar livre aconselho a ir num dia a seguir a chover. Outra sugestão é lavar bem os olhos, com um produto especifico ou soro fisiológico, já que ajuda bastante a retirar o pólen.

Os óculos de sol, para além de serem um acessório que deve ser utilizado todo o ano para proteger os olhos da luz solar, seja ela mais ou menos forte, são também os melhores amigos para quem sofre com as alergias nesta altura do ano, não deixando, com tanta facilidade que o pólen e outras partículas cheguem aos olhos, evitando que a sua vista fique lacrimejante e irritada.

Existem produtos que auxiliam neste mal-estar causado pelas alergias, nomeadamente a utilização de gotas humectantes ou lubrificantes, mas para sua utilização é necessário consultar primeiro o seu médico ou especialista que lhe dará o produto mais adequado à sua situação.

Com alergias ou não a primavera é sem dúvida a mais bonita estação do ano, e com ela renovamos a nossa energia e vontade de sair e estar em contacto com a natureza. Por isso mesmo que as alergias não sejam um impedimento para este reencontro com a vida no exterior. A melhor forma de se adaptar às alergias é através da prevenção.

Informação consultada em:
https://torresvedrasweb.pt/a-primavera-chegou-e-as-alergias-tambem-nos-olhos/

#alergias #olhos #prevençao #visao #primavera #lojaOnline #70eyes

Cerca de 25% da população tem miopia. Especialistas dizem que estar muito tempo em espaços fechados faz aumentar doença.

miopia-aumenta-nos-jovens-e-a-culpa-e-da-falta-de-sol-e-dos-computadores.jpg

Quando andava no 10.º ano, Ana Amorim, 23 anos, começou a achar que via mal para o quadro. "Ou menos bem do que os meus colegas." Foi a uma consulta e detetaram-lhe uma "pequena miopia". "A minha graduação foi sempre mais ou menos estável. Cerca de uma dioptria em cada olho", diz ao DN a estudante do programa doutoral de Optometria e Ciências da Visão na Universidade do Minho. Mesmo antes de saber que o uso de dispositivos móveis ou que passar muito tempo em casa tinham influência na progressão da miopia, Ana já tinha alguns cuidados: "Nunca gostei de estar muito tempo ao computador, por exemplo."

Cerca de 2,5 milhões de portugueses sofrem de miopia. Ana Amorim diz que "é um dos maiores problemas de saúde pública e tem vindo a crescer cada vez mais". Um estudo que envolveu alunos da Universidade do Minho mostrou que, em 12 anos, entre 2002 e 2014, houve um aumento da prevalência da miopia de 23% para 42%. Outros estudos feitos a nível mundial mostram que tem existido um crescimento brutal da doença. Uma investigação recente feita pela University College of London revelou que 54% das pessoas com mais de 40 anos têm erros de refração, quando na década de 60 apenas 10% sofriam de miopia. A perceção dos especialistas contactados pelo DN é de que, em Portugal, a prevalência também está a aumentar.

Mais tempo a olhar para livros e dispositivos eletrónicos e cada vez menos tempo ao ar livre ajudam a explicar o aumento da incidência deste problema de visão. Os resultados obtidos na Universidade do Minho confirmam uma tendência que se tem verificado a nível mundial. Jorge Jorge, professor na Escola de Ciência da Universidade do Minho e investigador no laboratório de investigação em optometria clínica e experimental do Centro de Física da UMinho, diz ter sido detetado que "havia um aumento do número de horas no uso de computadores e outros dispositivos móveis". Os fatores de risco que se conhecem até agora, prossegue, são "o excesso de trabalho em visão de perto", nomeadamente a ler, ao computador, tablet e telemóvel, e "a falta de atividade ao ar livre". "Em 2008 um grupo de investigadores australianos verificou que as crianças míopes passam menos tempo em atividades ao ar livre do que as outras crianças. Desde essa data todos os estudos realizados chegaram à mesma conclusão", sublinha o investigador.

O que falta perceber é de que forma é que as atividades ao ar livre têm influência no desenvolvimento da miopia. Jorge Jorge diz que têm sido estudados vários fatores: "A influência da luz solar no processamento da vitamina D e produção de dopamina; a diminuição do diâmetro pupilar e consequente diminuição das aberrações periféricas; o espectro de radiação da luz solar."

Taxa sobe nos mais jovens:

Nos países asiáticos a prevalência da miopia chega a ser de 90% a 95% entre as crianças e adolescentes. Em Portugal, o presidente da Associação de Profissionais Licenciados em Optometria (APLO), Raul Alberto de Sousa, diz que "rondará cerca de 30% na população de jovens adultos entre os 18 e os 25 anos" e "será de aproximadamente 25%" na população em geral. Face ao aumento exponencial verificado nos países asiáticos, o representante alerta que "devemos considerar que é um assunto preocupante e que devemos analisar e tomar medidas para evitar ou prevenir a ocorrência da mesma "pandemia" em Portugal.

O presidente da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO), Manuel Monteiro-Grillo, não conhece estudos feitos em Portugal que mostrem um aumento da prevalência da miopia. "Mas existe essa perceção. Temos essa noção", indica. Também se verifica, prossegue, que numa altura em que a doença tinha tendência a estabilizar, por volta dos 20 anos, "encontramos gente jovem na qual continua a aumentar". Isto pode estar relacionado com o uso "de computadores, tablets, smartphones". E, por outro lado, "com o facto de passarmos cada vez mais tempo fechados".

Na maioria dos casos, a miopia surge durante a infância e adolescência, mas também pode ser congénita, ou seja, aparecer logo à nascença. "É um obstáculo à aprendizagem, ao desenvolvimento indi- vidual e integração na sociedade das atuais crianças e adultos do futuro", alerta Raul Alberto de Sousa, destacando que "as miopias de maior potência, também chamadas de miopias patológicas, apresentam maior predisposição para sofrer patologias oculares secundárias/associadas". Muitas vezes, diz Manuel Monteiro-Grillo, são os pais que se apercebem de que a criança vê mal ao longe, porque se aproxima muito da televisão, por exemplo. Quando surge na adolescência, é mais fácil ser o próprio a aperceber-se.

Reduzir horas em visão de perto:

Nos tempos atuais, a miopia é corrigida com o recurso a óculos, lentes de contacto e cirurgia. Nos últimos anos, surgiram também lentes de contacto que permitem reduzir a progressão da doença. Além destas, o investigador Jorge Jorge considera que é necessário "reduzir o número de horas passadas em visão de perto e aumentar o número de horas ao ar livre" para combater este problema de saúde pública.

Destacando a importância da "vigilância precoce e assídua", Raul Alberto de Sousa reforça que "os pais, educadores e todos os profissionais de saúde devem promover hábitos de higiene visual tal como os descansos regulares nas tarefas prolongadas de visão ao perto (leitura, estudo, etc.) e tentar que as crianças (aquelas em quem habitualmente a miopia progride mais rapidamente) tenham hábitos de lazer ao ar livre, e evitar que estejam sempre em espaços fechados". Recentemente, a APLO deu o seu contributo sobre esta matéria para o Referencial para a Educação para a Saúde. "A escola é o local e veículo ideal para a consciencialização dos cuidados para com a visão, com o seu rastreio e adoção de boas normas de ergonomia e comportamento visuais."

Informação consultada em:
http://www.dn.pt/sociedade/interior/miopia-aumenta-nos-jovens-e-a-culpa-e-da-falta-de-sol-e-dos-computadores-5656709.html

#visao #olhos #computadores #jovens #estudantes #lojaOnline #saudeOcular #70eyes

Lentes de Contacto ao melhor preço

A 70eyes é uma loja de vendas exclusivamente online de Lentes de Contacto, Óculos de Sol, Óculos de Leitura, Lágrimas Artificiais, Líquidos e Manutenção para lentes de contacto. No nosso site, pode encontrar lentes de vários fabricantes: diárias, quinzenais e mensais, lentes para crianças e adolescentes, lentes monofocais, tóricas e coloridas (com e sem graduação) e packs de vários produtos. Pode também encontrar vários modelos de óculos de leitura, tal como óculos de sol.

Somos bastante competitivos nos nossos preços, sendo que somos o site com o melhor preço em vários produtos. Oferecemos ao Cliente uma compra online segura, sendo o nosso principal objectivo a satisfação dos nossos Clientes. Trabalhamos com profissionais especializados nos produtos que fornecemos e que encontram-se disponíveis para lhe oferecer o melhor aconselhamento. A 70eyes recomenda que, antes de efectuar a sua encomenda, consulte um especialista. Informamos o Cliente sobre a estimativa de entrega da encomenda. É emitida uma factura e um recibo que segue junto com a sua encomenda.

70EYES
Rua António José de Almeida, nº 43
9500 - 053 Ponta Delgada
Portugal

E-mail: compras@70eyes.com
Telf.: +351 291 204 459